Comunidade Anime
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Devils Never Cry

Ir em baixo 
AutorMensagem
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: Devils Never Cry   Sex Jan 22, 2010 8:03 pm

ja que ninguem postou ainda serei o primeiro *---*

CAPITULO 1

Ignorando os princípios (parte 1)



“Ate que ponto os humanos pretendem chegar para perceberem que a terra esta perto da sua extinção? Ate quando serei obrigado a levantar minha lamina para essas criaturas? São tantas perguntas para uma resposta que nunca vou saber. Não sei por que eu luto com tanta vontade, só lembro que é por vingança que pelo o que eu já não sei mais, mas enquanto eu não matar o arcanjo kael eu não morrerei em paz”. – pensa um homem de cabelos longos prateados, olhos verdes, aparentando uns 30 anos ou menos, carregando duas pistolas com nomes gravados nelas: Ouragan e Daigan e uma espada de lamina vermelha e em seu cabo tinha o nome: honiuhiro. – saia daí, pois se for continuar a me seguir eu serei obrigado a tomar medidas drásticas.
Me... Me... Desculpe-me, mas eu não tinha a quem pedir ajuda – diz uma mulher saindo das sombras.
Procure um outro idiota qualquer, pois eu não sou um caçador de demônios. – Diz o homem – é contra os meus princípios abater demônios de classe “d”, mas posso ajudá-la em troca de uma informação...
Qual? – pergunta a mulher
Estou procurando um ser chamado kael. Você viu alguém com esse nome passar por aqui? – pergunta o homem
Kael... Eu vi alguém denominado assim passar por aqui faz... – a mulher mal completou a frase e duas bestas surgem das sombras uma carregava uma criança muito ferida.
Veja irmão nossa diversão queria fugir. – diz a primeira besta
Humana maldita dessa vez não tem sua mamãe para intervir por você – diz a segunda besta
Feh demônios baixos. Odeio quando atrapalham minhas conversas – diz o homem impaciente.
Seu humano desprezível. Como ousa nos chamar assim? – irrita-se o primeiro demônio
Acalme-se irmão mataremos as duas primeiro – diz o segundo demônio
O ser chamado kael foi para o norte faz duas semanas – diz a mulher sendo estrangulada – salve minha filha, por favor...
Ao terminar a frase a mulher desmaia por falta de ar
Garota!!! Feche os olhos, pois a cena será imprópria para crianças. – diz o homem sacando as pistolas – seres inúteis
Algumas horas depois a mulher acorda e vê os cadáveres dos dois demônios, uma fogueira armada, sua filha dormindo e o homem sentado olhando as estrelas de costas para ela.
Já acordou? – pergunta o homem ainda de costas para ela
Obrigado por salvar minha filha. – agradece a mulher
Eu não fiz isso por que você pediu. Só salvei vocês por que você me lembrou de uma pessoa que fez parte do meu passado – diz o homem
Entendo... Posso lhe perguntar só mais uma coisa? – diz a mulher
Diga. – responde o homem
Qual o seu nome? – pergunta a mulher
Aion... Aion Keijiro Yamatasaki. – responde o homem – e o seu?
Angeline Daidouji. – responde a mulher – mas minha família me chamava de Angel
Vou levá-las ate a próxima cidade que não esta muito longe daqui, devem ser no mínimo umas 3 noites de distancia ate amanhecer e bom você dormir. Eu vou ficar de guarda – diz aion
Eu não estou com sono não se preocupe. – diz angeline
Aion volta a contemplar as estrelas e deixa uma lagrima escorrer. Angeline vê e sente pena dele.
Você esta chorando? – pergunta angeline
Não. Demônios nunca choram. – responde aion
Mas ate os demônios com sentimentos choram ao se lembrar de entes queridos que perderam. – diz angeline
Eu não sou um demônio natural, sou um humano que compartilha o corpo com um demônio. – diz aion
Mas por que você fez isso – pergunta angeline
Para destruir aquele que me tirou tudo! – Diz aion
(NOTA: essa cena pode ser lida com a musica tema de encerramento do anime devil may cry: I’ll Be Your Home).
Entendo... Desculpe-me fazê-lo lembrar dessas coisas – diz angeline
Não se preocupe apenas descanse – diz aion levantando-se
Posso pelo ao menos saber aonde vai? – pergunta angeline
Ronda noturna. Vou ver se esta tudo normal num raio de 5KL – diz aion
Ao ver o seu salvador saindo angeline volta para perto de sua filha e dorme profundamente sem se preocupar com nada, pois ela sabia que aion não deixaria nada acontecer a ela mesma ele não demonstrando isso, mas ela sabe que pode confiar em alguém que ignora os princípios de vida para salvar uma outra pessoa, ela dormiu pensando em uma única coisa: ele esta com a face triste. Eu vou fazê-lo sorrir nem que seja uma única vez.
A noite passou tranquilamente, a fogueira afastou todos os bichos que tentavam se aproximarem ate aion voltar e se sentar novamente e observar as duas dormindo.
Por que eu me arrisco por elas? – pergunta-se aion – bem, o motivo não me intereça basta elas estarem seguras.
Angeline pode não ter visto, mas aion sorriu quando a olhou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Tomate

avatar

Mensagens : 76
Reputação : 1
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 22
Localização : Brasília

MensagemAssunto: Aprovado.   Sex Jan 22, 2010 8:26 pm

Muito bom okk . Terá continuação? duvida
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.mijanomuromurocai.wordpress.com
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: Capitulo 2 - Ignorando os princípios (final)   Sex Jan 22, 2010 8:39 pm

Na manha seguinte angeline acorda e não vê aion, ela levanta-se rapidamente e começa a procurá-lo, e assusta-se quando ouve o barulho do lago em movimento e sai para averiguar.
Tem alguém ai? – pergunta angeline com receio de ser algum demônio
Sou eu – responde aion sentado à beira do lago
As proteções de aion estavam encostadas na pedra ao dado de angeline, uma ombreira muito gasta as duas pistolas, e a espada de lamina vermelha e uma camisa cobria algo que angeline achou melhor não olhar o que era.
Quando ela vira se para aion ela pode ver uma cicatriz que ia do ombro esquerdo ao lado direito da cintura
V... V... Você esta bem? – pergunta angeline
Sim. Por que eu não estaria? – diz aion
Essa cicatriz parece ser profunda. – diz angeline preocupando-se
Eu estou bem. Essa cicatriz é muito antiga, eu a tenho desde os 10 anos. – diz aion
Nossa! – espanta-se angeline
É melhor você lavar esse sangue de demônio do corpo. Disseram-me que esse tipo de sangue é venenoso. – recomenda aion levantando-se.
Oh sim!! – diz angeline percebendo que suas roupas estavam sujas de sangue – err... Aion!
Diga – responde ele já andando
Como vou arranjar roupas novas? – pergunta angeline corando
Isso não é problema meu – diz aion friamente
Seu grosso ¬¬ - diz angeline ao o ver sumir de vista – eu não acredito que ele foi tão grosso a esse ponto pervertido >.<.
(Na floresta)
Por que eu tenho que fazer tudo o que ela quer? Esse papel de bom moço ta me saindo pior que encomenda, mas é melhor eu arranjar as roupas pra ela. Afinal que tipo de caçador de demônios eu sou que nem pra procurar roupas para uma mulher não sabe? – reclama aion.
Andando pela floresta aion vê um cadáver que parece estar ali recentemente ele logo associa que deve ter uma cabana por perto, mas antes que ele pudesse ligar as pistas direito ele ouve um tiro vindo da direção do lago em que angeline ficou.
Maldição como eu pude deixá-la desprotegida!!! – repreende-se aion podo-se a correr – por que eu me preocupo tanto com ela?
(No lago)
O que eu faço? O aion saiu e não sei se ele vai voltar agora – diz angeline em desespero ao ver um monstro gigantesco se erguer do lago.
(NOTA: o que ela via era só uma carapaça, parecido mais com uma ostra fechada).
Angeline-chan você esta bem? – perguntava a garotinha andando na direção de angeline
Três jatos d’água são atirados em cima das duas, mas angeline consegue desviar dos que vieram em cima dela e pula na frente da garota para proteger-la fechando os olhos pensando que morreria ali, mas nada aconteceu e quando ela abre os olhos vê aion a sua frente com uma forma estranha.
Seu cabelo prateado estava negro, no lugar das unhas eram garras e em suas costas asas de anjo e demônio.
O monstro abre sua carapaça e revela uma mulher dentro dele.
Hum então ela foi consumida pelo demônio que vivia nesse lago. – diz aion com desdém na voz – pena, pois sua salvação é a morte.
Aion ergue o braço e a espada para sua mão como se fosse atraída por um imã.
Começaremos a brincadeira. – diz aion indo com tudo para cima do monstro
A luta estava tão insana que aion ria como se estivesse brincando com seu primeiro chocalho, pois sua satisfação de enfrentar o monstro era tanta que angeline sentiu medo ao ver os olhos verdes ficarem vermelhos.
Meu tempo esta acabando. Abra logo ostra infernal – irrita se aion ao ver q seus esforços de abrir a carapaça do demônio não abria – ah dane-se
Ele pega as duas pistolas e começa a disparar na cara paca do monstro que começa a abrir
Faça sua parte honiuhiro – diz aion atirando a espada na carapaça aberta.
O demônio ao ser acertado pela espada começa a se deteriorar e o corpo da jovem que havia sido consumido pelo monstro cai no lago e flutua ate a margem. Angeline vai checar se a jovem estava mesmo morta, querendo não acreditar que aion seria capaz de matar uma pessoa inocente.
Ela... Esta... Viva! – diz angeline aliviada
O honiuhiro não mata humanos e sim demônios – explica aion - um humano cuja alma tenha sido devorada por um demônio não morrera caso seu corpo fique ligado ao demônio que a ingeriu
Entendi... Só não se atreva a virar para traz – diz angeline
Caso não tenha percebido eu não olhei para traz durante a luta toda e agora que estou falando com você continuo sem olhá-la. – diz aion voltando ao normal e saindo andando – só preciso saber se está ferida
Só torci o pé, mas não é nada grave. – responde angeline
Consegue terminar o que estava fazendo e depois eu cuido do seu ferimento? – pergunta aion em tom de preocupação
Sim – responde angeline
(NOTA: angeline iria tomar banho quando foi atacada pelo demônio do lago)
Aion sai andando e angeline pensou ou o ouviu suspirar em alivio.
O tempo passou e Angeline volta mancando do lago vestindo um vestido que aion arrumara na correria pra ela. Ela vê aion com uma luva que ele antes não usava na mão esquerda.
O que houve com a sua mão? – pergunta angeline
Nada. – responde ele – só algo que não quero comentar agora.
Pelo ao menos a mim você não gostaria de compartilhar esse problema? – pergunta angeline – confie em mim pelo ao menos uma vez.
Meus dias como humanos estão contados... – diz aion retirando a luva e mostrando sua mão estranhamente deformada parecida como se não fosse algo humano – quanto mais rápido você for levada à cidade menos perigo de vida correra perto de mim... Desculpe-me, mas eu não quero que se machuque...
Não consigo acreditar que uma pessoa como você poderia me ferir – diz angeline vendo a expressão de tristeza na face de aion
Eu sou um monstro... Um humano que fez um acordo com um demônio para poder destruir o líder deles – diz aion virando-se e saindo andando
Mesmo com o pé machucado angeline caminha ate ele e o abraça pelas costas fazendo-o parar. Seu coração acelerou fazendo-o levar a mão no peito assustado, em sua mente somente o rosto de angeline era nítido como o sol a brilhar, todos seus pensamentos se esvaíram e a lamina de honiuhiro começou a ficar branca.
“Porque a lamina da espada resolveu modificar sua cor agora? Porque meu coração esta acelerado? Será que é esse o sentimento “amor”?”. – pensa aion tentando encontrar explicação para aquele sentimento novo que ele sentia – angeline... De todos os meus erros, de todas as coisas ruins que me ocorreram. Você foi à única pessoa que conseguiu me fazer sorrir novamente
Eu te amo aion ou você ainda não percebeu isso? – declara-se angeline
Eu percebi, mas eu não queria ferir seus sentimentos lhe dizendo que eu estava em duvidas se eu te amava ou não. Mas agora eu tenho certeza que eu amo você, mas é por amar você que eu quero que você fique na próxima cidade. – responde aion virando-se e sorrindo para angeline
Por favor, me leve com você. – pede angeline
Preciso que você fique. Somente assim eu terei um motivo para viver e alguém para eu poder ter um motivo para voltar. – diz aion
Então pelo ao menos leve um pedaço de minha alma com você – diz angeline beijando aion que também retribui o beijo.
Durante exatos dois minutos nenhum ser atrapalhou o momento terno dos dois, quando se soltaram aion pode ver o céu sendo refletido nos olhos de angeline e angeline pode ver seu rosto sendo refletido nos olhos de aion.
“Para mim nada mais importa contando que ela esteja segura eu estarei satisfeito, pois agora eu tenho um motivo para levantar minha lamina e continuar a lutar com somente um propósito. A segurança dela”. – pensa aion
“Ao lado dele eu me sinto segura. Não quero que ele se perca destruindo essas criaturas chamadas demônios eu o amo e é isso que importa para mim”. – pensa angeline
You are my heart, spirit and my life. I love you Angeline – diz Aion em sua linguagem verdadeira e não o japonês
Watashi wa anata o aishiteimasu mo. (eu também te amo) – diz angeline.
Eles ainda não sabiam e nem saberão que esse amor superou as parreiras dos 3 mundos fazendo equilíbrio entre os mundos voltar ao normal e impedir a extinção da terra, e o que aion não sabia é que seu poder ao lado de angeline era tão alto que superava ate o senhor das profundezas, mas isso já é outros 500.
Por você eu irei ignorar todos os meus princípios. Somente para estar ao seu lado. – diz aion
Com o decorrer desse evento angeline esqueceu da pergunta que tinha feito a aion do que aconteceu com sua mão.
A resposta seria que de acordo com as vezes que aion usa seus poderes demoníacos seu prazo de vida como humano encurta e ele se torna um demônio, aos poucos que ele usa esse poder seu corpo sofre mutações que o torna um demônio, mas isso só ocorre quando ele utiliza a espada honiuhiro, pois ela aumenta seu poder demoníaco em 70% a mais em sua forma de demônio.
Humanos, anjos e demônios... Todas essas raças lutando umas contra as outras desfazendo o equilíbrio do mundo... – dizia u homem com que olhava para uma grande tela onde aparecia a imagem de aion e angeline abraçados
Mandou me chamar senhor kael? – pergunta uma mulher entrando na sala
Sim evangeline. Eu tenho uma missão para você – responde kael
Qual seria essa missão meu senhor? – pergunta evangeline sem entender
Eu quero que você destrua o caçador de demônios Aion! – responde kael – e destrua a humana que esta andando com ele
Sim senhor... – diz evangeline se retirando
Espere... Mudei de idéia. - diz kael – espere ele deixar à humana na cidade próxima e o mate quando ele se distanciar, eu mandarei os outros demônios cuidarem dela e da cidade.
Como quiser meu senhor – diz evangeline se retirando
Mesmo sendo a irmã dela, Evangeline mal se mostrou ressentida com o fato de eu mandar matá-la. – diz kael para si mesmo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Tomate

avatar

Mensagens : 76
Reputação : 1
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 22
Localização : Brasília

MensagemAssunto: auheueahuehuaehuahe   Sex Jan 22, 2010 8:41 pm

Assim eu vicio! xD

Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.mijanomuromurocai.wordpress.com
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: Capitulo 3 A despedida   Sex Jan 22, 2010 8:49 pm

No palácio de kael.
Rilene e Ake apresentem-se perante mim. – ordena kael
Um demônio de meia asa e uma mulher de vestido negro surgem das sombras diante de kael que sorri
Chamou-nos senhor? – pergunta o demônio da direita de meia asa que parecia ser o mais forte
Sim meu caro Ake. – responde kael – Preciso que vocês dois sigam evangeline e vejam se ela vai seguir os planos de matar aion.
Mas meu senhor... Se ela descobrir que nos mandaste segui-la ela vai se enfurecer. – diz a mulher receando levar uma punição
Rilene tem razão meu senhor... Querendo ou não evangeline é mais forte que nos. – diz Ake com sua voz fina e sarcasmo
Não me interessa se ela tem razão ou não. Isso foi uma ordem minha e vocês vão obedeces-lha ou eu os mato aqui mesmo. – diz kael cortando o assunto
Si... Si... Sim meu senhor... – responde Ake se curvando e saindo da sala junto com Rilene
Na floresta perto da antiga cidade de Tókio...
Aion esta sentado no galho de uma arvore olhando para o céu enquanto angeline e a garotinha cuidam da jovem que ele salvara e de repente aion pula do galho e quase mata as duas de susto já que elas estavam com a atenção na jovem.
Que foi até parece que viram um monstro? – diz aion
Não vou nem me atrever a responder ¬¬ – diz angeline
Vamos embora ela não vai acordar tão cedo... – diz aion pegando suas armas e se arrumando para sair
Então pode ir... Eu não vou deixá-la aqui sozinha a deriva – diz angeline
Aion para se encosta-se a uma arvore e espera emburrado, mas espera e minutos depois a garota começa a abrir os olhos, mas quando ela bate os olhos em aion o espanto toma conta dela e ela começa a chorar e gritar como se ele fosse algo bem perigoso. (ok o cara tem uma espada do tamanho dele e duas pistolas ele pode ser perigoso se quiser >.<) ela se afasta o Maximo que pode, mas angeline a segura e faz sinal pra aion sumir de vista.
Acalme-se... O que te assustou tanto assim? – pergunta angeline abraçando a garota
Monstro... Monstro... Monstro... – disse a garota em estado de choque
Devia olhar monstros de verdade fedelha – uma voz feminina ecoou entre as arvores
Quem esta ai?! – pergunta angeline assustada
Olhe só rilene a anja bastarda mal reconhece aqueles que a fizeram cair aqui hahaha – uma voz masculina ecoa pelas arvores também
Vou dar uma dica interessante aos dois retardados. – a voz de aion ecoa pela floresta – quando forem atacarem alguém não fiquem brincando com o adversário mate-o antes que ele revide!
MAS COMO VOCE AINDA ESTA VIVO?!?!?! – a voz masculina ecoa de novo e dessa vez angeline vê as arvores na direção dela sendo derrubadas e Ake passa voando na sua frente bem machucado contra uma arvore e em seguida aion surge e a garota se encolhe de novo ao vê-lo
Aion começa a sentir seu corpo pesar como se uma tonelada fosse posta em suas costas
Mas o que?! – espanta-se aion tentando se mover com dificuldade
Huhuhu achou mesmo que eu deixaria você me vencer assim tão fácil? – diz Rilene saindo das sombras e pegando angeline como refém
Ora sua! – diz aion caindo de joelhos
Oras queridinho você não sabe que se relacionar com anjos caídos é sinal de sofrimento pelo resto da vida? – zomba Rilene – deu trabalho pra achar vocês, mas nosso rastreador com sorte acordou horas antes de vocês se esconderem nessa maldita floresta. Agora... Tome engula isso.
Rilene força angeline a engolir uma esfera negra que a faz cair no chão urrando de dor.
Maldição... Não tenho escolha... Mas o que esta acontecendo não consigo alterar minha forma... – assusta-se aion ao tentar se transformar – vamos... Vamos... Vamos... Pare de brincar e me ajude!!!
Que coisa linda ele se preocupa com a anjinha – zomba ake se levantando – quando rilene acerta seus adversários eles não podem usar sua energia. Principalmente demônios hahaha...
Asas começam a surgir em angeline, quando ocorre rilene a arremessa entre duas arvores e lança alguma coisa parecida com estacas negras e prende cada uma das asas em uma arvore e angeline grita de dor de novo.
ANGELINE!!! – grita aion, uma onda de energia sai dele fazendo os dois demônios recuarem – vocês mexeram com quem não devia...
Aion se levanta, em suas costas nascem asas de luz que quando se abrem parecem asas de anjo, em vez de seus chifres nascerem ele ganha uma venda que cobre seus olhos, sua luva deteriora mostrando seu antigo braço demoníaco que agora continha varias marcas como se estivessem selando algo, honiuhiro assume uma lamina branca, as duas pistolas se unem formando um rifle e sua aura ficou bem mais agressiva que a normal.
Mas o que é que é isso? – pergunta Rilene ao ver aion partir Ake ao meio – AKE!!!
Você é a próxima... – diz aion virando o rosto na direção de Rilene
Por que quer salva-la ela já esta praticamente morta! Mesmo que a tire de lá ela não vai viver mais que duas horas! AAHHHHH – Ao terminar de falar Rilene tem o braço amputado por um corte no ar – ora seu...
... – aion desvia, mas rilene consegue arrancar a venda de seus olhos revelando um par de olhos âmbar – desapareça de uma vez.
Em uma explosão de luz Rilene desaparece sem deixar vestígios só um fio de cabelo que cai sobre as mãos da jovem que havia sido salva no lago. Angeline começa a cair já que as estacas que seguravam suas asas desapareceram, mas aion a segura impedindo que se choque com o chão.
Angeline... Você esta bem? – pergunta aion
Aion o que esta havendo comigo? Não consigo respirar direito... – diz angeline tossindo – o que são essas asas?
Eu não sei... Desculpe-me, mas não posso fazer nada – diz aion sentindo que aquilo era a única luta que ele não podia vencer, angeline estava perdendo a vida pouco a pouco.
Prometa-me uma coisa? – pergunta angeline
Diga... – diz aion
Proteja aquela garota a qualquer custo... Por favor... – pede angeline fechando os olhos
Você já vai fazer companhia para ela. – uma voz feminina atrás de aion faz sua espinha, uma lamina encosta em seu pescoço e subitamente é retirada.
Já chega, por favor... Chega de mortes... Chega de brigas... Chega... – pedia a garota salva no lago aos prantos – eu não agüento mais tantas brigas...
Você é tão forte e ainda sim esta sob o comando de Kael... – diz aion cravando a lamina no chão – desculpe makoto, mas nossa luta será adiada eternamente... Redemption!!!
O sol que não batia na floresta voltou a surgir entre as folhas, os seres que ali estavam presentes foram purificados, evangeline quem aion chamou de makoto caiu com a pressão de energia assim como a jovem, o corpo de angeline desapareceu aos poucos deixando um forte cheiro de rosas no ar, a garota que andava sempre com ela desapareceu como se fosse um fantasma, ao retirar a lamina do chão aion voltou ao normal assim como suas armas e ele caiu no chão exausto, mas consciente.
Ai... Que lugar é esse? – reclama makoto massageando a cabeça como se tivesse recebido uma pancada
Você esta bem? – Pergunta a garota do lago – aion?
Você não estava com medo de mim? – pergunta aion – esta tudo bem agora makoto... Kael não vai lhe controlar nunca mais...
Por que eu iria ter medo de você? – pergunta a garota – você nunca me fez nada
Lana? É você? – pergunta aion confuso, pois naquele momento às lembranças que ele tinha de angeline desapareciam – não pode ser... Eu vi kael destruir sua casa...
Bom... Eu estou aqui não estou? – diz a garota sorrindo
AION!!! – todos escutam o urro de raiva de kael vindo a milhares de kilometros de distancia dali
Hehe acho que kael vai ter uma grande dificuldade em nos achar – diz aion desmaiando
Aion?! – lana corre, mas ele desmaia por exaustão.
(cena criada a tendo como fonte de inspiração a musica Re:member)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Vinni

avatar

Mensagens : 67
Reputação : 1
Data de inscrição : 22/01/2010

MensagemAssunto: Re: Devils Never Cry   Sex Jan 22, 2010 9:17 pm

Viciei comofas?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: Capitulo 4 Incertezas   Sex Jan 22, 2010 9:24 pm

Nunca achei que a reencontraria depois de tanto tempo... Se eu tivesse a procurado antes acho que tudo seria diferente. Eu não teria vendido minha alma, eu não estaria condenado à morte e talvez nem estivesse nessa busca issana por kael...
Aion levanta-se e percebe que já é noite. Ele olha para a direita e vê lana dormindo tranquilamente recostada numa arvore, ele olha pra esquerda e vê makoto usando um graveto pra não deixar a fogueira apagar e quando ele olha para o alto vê um jovem demônio olhando sonhadoramente para a lua nova.
Esta acordada há muito tempo? – pergunta aion a makoto que se assusta – calma eu não vou lhe fazer mal...
Sim... Estou acordada desde que você desmaiou... – responde makoto
Ele esta ali a muito tempo? – pergunta aion apontando para o demônio muito semelhante a ele
Desde que você desmaiou... – responde makoto
Quanto tempo não é garoto? – ironiza o demônio olhando para aion – a ultima vez que me lembro de você foi você pirralho quase morto em meus braços. Ainda pretende continuar com isso afinal... Você encontrou a garota por que não segue seu caminho para viver ao lado dela e esquece do kael?
Ela já teve problemas de mais na vida. Não precisa de mais um, alem do mais nossas vidas são completamente diferentes, sou um caçador de demônios odiado e ela uma humana livre para viver. Prefiro a ver livre de que comigo. – diz aion
Bom... A vida é sua faça dela o que quiser que não é problema meu. – diz o demônio – mas vou lhe dar um conselho não de demônio para hospedeiro e sim de demônio para um amigo... Cada um escolhe seu caminho, seja ele certo ou errado... Cuidado para não se arrepender mais tarde.
Olhe pra ela Samael... Normal, humana e não fez pactos com demônios... Ela tem uma vida e não vou tirar isso dela... – diz aion
Hahaha aion você é idiota assim mesmo ou esta se fazendo parecer para me divertir? – ironiza samael – na antiga casa da garota eu senti duas presenças naquela noite, a primeira era de uma succubus e a segunda era de um demônio da inveja. Ake era o demônio que tinha ido lá e Rilene era a succubus.
Como assim? – pergunta aion
Eles criaram uma segunda lana a partir de uma anja caída que era minha... Isso não vem ao caso. Eles retiraram as memórias da garota e implantaram na angeline por isso que você perdeu as memórias que tinha da angeline, pois só eu sei quem ela é, quando o fio de cabelo da rilene caiu sobre as mãos dessa garota as memórias dela voltaram como um soco na mente dela. Com ake morto você perdeu a ligação com as memórias de angeline e elas voltaram a seu dono verdadeiro... – explica samael
Não me importa de quem seja às memórias, eu não pretendo ficar na vida dela por muito tempo, ao meu lado ela só vai correr perigo, mas longe de mim ela tem mais chances de sobreviver do que ficar pensando todo dia se vai morrer ou não. – diz aion levantando-se, mas lana segura no braço dele inconsciente e murmura algo que ele não consegue ouvir, mas que faz samael sorrir.
Pare de olhar com o instinto garoto e veja com a razão. – aconselha samael antes de começar a desaparecer
Aion desistiu de se levantar e ficou ali parado um bom tempo contemplando a face tranqüila de lana que dorme profundamente. Horas mais tarde lana acorda, olha a sua volta e vê que aion não esta mais ali. Ela sai para procurá-lo e o encontra sentado a beira de um morro e lá em baixo um amontoado de prédios, casas e escombros de ruas.
Gosta de ver essa paisagem morta? – pergunta lana, mas não recebe resposta. Aion só a olha de rabo de olho e volta a se focar no cenário destruído – quer que eu vá embora?
Aion suspira e enfim fala
Essa paisagem morta que você diz nem sempre foi assim e se eu a quisesse que fosse embora eu já teria falado – responde ele em tom seco
Desculpe-me ter lhe irritado – desculpa-se lana
Não precisa se desculpar... – diz aion em tom harmonioso – venha cá e sente-se... Vai se cansar se ficar em pé...
Lana caminha para o lado de aion e se senta
Feche os olhos e tente imaginar uma paisagem melhor para isso que esta vendo agora – pede aion
Se você pensa em iludir a garota com truques fajutos é só dizer a ela – a voz de samael ecoa na mente de aion
Imagine como você desejaria que esse cenário fosse – instrui aion
É difícil de imaginar um cenário, mas em vez dessa destruição toda poderia ser um belo campo florido... – diz lana
Aion pretendia criar uma leve ilusão pra que lana tivesse a visão que gostaria, mas aquilo foi alem dos poderes demoníacos que ele tinha, pois os prédios se desintegraram e depois de um bom tempo o cenário se transformou em um belo campo.
Wow a garota tem um poder e tanto hein O.O – diz samael na mente de aion
Nossa... – impreciona-se aion – pode abrir os olhos...
É lindo! – diz lana contemplando a vista que tinha – como você fez isso?
Não fui eu... Foi você... – diz aion também admirando a vista – esse mundo mudara quando for visto pelos olhos de um anjo e pelos da justiça...
O que? – pergunta lana confusa
Profecias ditas por um velho e chato demônio u.u – responde aion
Eu ouvi isso ¬¬ - retruca samael – E para sua informação não fui eu que fiz essa profecia foram chronos e leviatus... Aqueles que vocês humanos chamam de diabo e deus. u.u
Eu desejei um cenário assim... Mas e o seu desejo aion qual seria? – pergunta lana
Meus desejos estão muito alem do meu alcance... Meu único desejo que esta a meu alcance nesse momento não posso ter... – responde aion – quando se está em um mundo onde a lei de sobrevivência é pelo mais forte a menor motivação se torna a mais forte...
E qual seria sua motivação? – pergunta lana disposta a descobrir
Enquanto você viver eu terei uma motivação para continuar lutando – responde aion deitando-se
Lana se deita e abraça aion.
Esta perto de chegar à vila ebon... Deixarei vocês duas lá e seguirei para o encontro do kael... - diz aion retribuindo o abraço - apesar de terem humanos lá a proteção é forte o que impossibilitaram possíveis ataques a vocês...
Seu idiota esqueça um pouco seu ego de caçador e viva um pouco ¬¬ - reclama samael
Esperarei por você então. – responde lana
Não espere... – pede aion – não vai haver vencedor nessa batalha
Então pare... – pede lana levantando-se e olhando para aion nos olhos
Com aquele pedido aion já não teve mais certeza se o que ele mais queria era destruir kael, os sentimentos de fúria e amor se chocavam e se repeliam como se esperassem alguma iniciativa de um dos dois, e aion não sabia o que fazer, pois pela primeira vez a incerteza assombrava a mente dele
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: Capitulo 5 Diferenças e desavenças   Sex Jan 22, 2010 9:27 pm

Eu não sei por que, mas eu não queria uma resposta rápida para minha indecisão eu só queria mais tempo para poder estar ao lado dela... Mas as coisas nem sempre são como queremos e sempre existe algo para atrapalhar. Eu não me lembro muito do que aconteceu, só lembro de um corpo fazendo um baque surdo ao bater no chão, um choro melancólico entrando por meus ouvidos e uma luz bem distante me convidando para perto dela... Eu estava ente a vida e a morte, só que eu não estava disposto a morrer naquele momento.
Levem a garota para a vila para exorcismo... Não podemos arriscar que ela nos ataque, portanto amarren-na também. – diz um caçador
Encostem em um fio de cabelo dela e estão mortos – diz aion levantando-se e arrancando a flecha que atravessara seu peito
Peguem ele. Ele não é nada sem as armas dele – grita o líder aos capangas
Idiota... Acha que só por que us armas eu só sei usá-las? – pergunta aion – se todos os monstros fossem destruídos com balas e na lamina eu não seria um caçador e sim um retardado igual à você. Eu não seria um caçador se eu só soubesse brandir uma espada e apontar uma arma seu idiota
Aion mal deixa brecha para uma reação de seus inimigos e derruba todos em tempo de eles nem verem o que os acertou.
A propósito, eu escolheria humanos para me acompanharem e não metamorfos como seus amigos. – Diz aion saindo andando com lana nos braços
Aion aconteceu algo? – pergunta makoto ao ver aion sangrando muito
Mercenários... Nos atacaram enquanto eu estava distraído... – responde aion encostando lana em uma arvore e caindo para o lado ofegante – quando ela acordar peguem as armas e vão rumo a leste que vocês vão chegar ao vilarejo ebon... Lá eles lhes darão abrigo até essa guerra entre mim e o kael
E quanto a você? – pergunta makoto vendo o estado de aion – o que vai acontecer com você, vai ficar sozinho sangrando até a morte pretende se entregar assim mesmo?
Sim vou ficar sozinho e esperar sangrar até a morte... Agora vá sei que agüenta carregar ela – diz aion virando a cara pro lado ao ver makoto levantar lana e sair andando – pode me fazer um favor?
Diga. – diz makoto com rispidez e raiva
Diga a ela que eu a amo... – pede aion quase desmaiando – Eu... Te... Amo... Lana...
Aion desmaia e makoto vai embora carregando lana rumo a leste em direção da vila ebon
Aion... Aion... Aion... Acorde garoto chega de dormir esta na hora de se levantar e lutar de verdade – a voz de samael ecoa nos ouvidos de aion que abre os olhos
Onde estou e que diabos você faz com a honiuhiro nas mãos? – pergunta aion se levantando
Ela sempre foi minha garoto você só podia erguê-la por que me tinha com você, mas agora você esta morto. – responde samael sentando-se em um trono que havia na grande sala em que estavam – você esta no inferno, suas indecisões o mataram você seguiu gravemente ferido ao encontro de kael e perdeu, a garota lana soube que você morreu no mesmo instante já que kael a seqüestrou e a manteve prisioneira por anos e ele destruiu os humanos e destronou aqueles que vocês chamam de deus... Resumindo tudo você falhou em sua missão anjo renegado aion quinto, mas quero lhe dar mais uma chance de refazer tudo que foi feito.
E como pretende fazer isso, você não pode me trazer de volta a vida... É contra as regras como você mesmo me disse quando fizemos o pacto... – diz aion
E quem disse que vou lhe devolver a vida anjo renegado? – pergunta samael sorrindo – vou lhe ensinar a reaver seus poderes e nada mais – nem tudo que morre desaparece, nem tudo que nasce sempre morre e que vem da escolha de cada humano seguir o caminho que escolher...
O que quer dizer? – pergunta aion
Que você é o único capaz de escolher entre o bem e o mal, capaz de diferenciar falso do verdadeiro, puro do impuro e acima de tudo saber julgar o caráter de cada um - diz samael - o nome Aion Keijiro Yamatasaki quer dizer: eterno filho da vida e morte... E de agora em diante será os meus olhos e os olhos de meu irmão Rafael no mundo humano. Carregaras as asas da destruição e da salvação e jamais desviara de seu objetivo... Aceita sua nova missão?
Não. - responde aion sem pensar duas vezes - não tenho interece em carregar um fardo desses, destruirei kael e seguirei minha vida com lana se ela me permitir se não vou seguir meu caminho sem rumo.
HAHAHA e você acha mesmo que aquela garota vai perder tempo com um condenado como você? – Samael sorri adorando ver o ódio surgir no rosto de Aion. - E mesmo que ela queira acha mesmo que star ao seu lado ira fazê-la feliz? Essas ultimas palavras fizeram o jovem repensar em tudo o que tinha certeza até o momento, suas pernas tremeram quando uma triste imagem se fez em sua mente.- Pois é Aion o fim dessa garota será muito triste se ela continuar ao seu lado.
Uma vez você me ensinou que cada um escolhe o caminho que quer para si... Qualquer que seja a decisão dela eu a amarei de qualquer jeito – responde aion
Você está mesmo mudado... Porem esse sentimento que você deixa crescer dentro de você será o único culpado pela morte dela. E mesmo que ela escolha outro caminho você sabe que ira atrás dela e isso a levara direto para meus braços. – diz samael
Fazer o que não é... Não somos muito diferentes um do outro ou você se esqueceu da angeline também? – responde aion calando samael
Muito bem... é hora de acordar fedelho – diz samael levantando-se e indo na direção de aion – você não morreu esta em coma a 3 dias por causa do veneno que tinha na flecha que o acertou. Lembre-se de uma coisa. Faça aquela garota infeliz e farei com que sua vida se torne um inferno pior do que você imagina!
E quanto a você? – pergunta aion – o que vai acontecer a você?
A mim... Bom... Acho que desaparecerei por ajudar um humano a escapar da morte, mas será por uma boa causa não quero ver o mundo que ajudei a criar aos pedaços. – responde samael – quanto a historia que eu lhe contei fica em segredo por que ela aconteceria mesmo se você não me convencesse.
Tudo fica escuro, somente o silencio paira no ar e após alguns instantes é quebrado pela doce voz de lana que aparentemente parecia estar rezando perto de aion.
Ao que eu saiba ainda não morri – diz aion de olhos fechados
Aion? – diz lana incrédula
Quem mais poderia ser? – pergunta ele abrindo os olhos e vendo o rosto da mulher que fez ele voltar a vida e viu também uma mão com cinco dedos lhe dando um belo tapa que fez ele virar o rosto – AI!!!
Nunca mais me assuste desse jeito... – diz lana levantando-se
Após lana sair entra um jovem com roupa meio surrada, óculos fino, olhos castanho claro, um cabelo castanho curto e uma cara de: não se mova ou mato você.
Como se sente? – pergunta o estranho
Como se tivesse apanhado de um triturador – responde aion
Hehe esta bem melhor que eu pensava que estaria depois de ter acordado do coma – zomba o estranho
Como sabia que eu tinha acordado – pergunta aion – só lana me viu até agora
Você esta em ebon a resistência que é famosa por seus videntes – responde o estranho e seguindo para a porta – descanse mandarei a jovem entrar se quiser
Deixa-a, ela esta uma fera comigo por que quase morri... – diz aion – qual o seu nome estranho?
Tomoro. Tomoro Mikage – responde o estranho, mas quando ele ia sair lana entra correndo com makoto.
Que houve? – Pergunta aion vendo a cara das duas – que caras são essas?
Precisa se esconder é um ataque a vila e estão caçando você. – diz lana correndo pra perto de aion
Esconder-me? Enlouqueceram? – pergunta aion – se eu me esconder e eles sentirem meu cheiro por aqui vocês morrem...
E se você se esforçar muito sua ferida abre de novo – retruca tomoro
Mas se eu não fizer nada não lutei o suficiente – diz aion levantando-se só preciso de minhas armas...
Mas só tem a ouragan e daigan... A espada desapareceu quando voltamos pra te buscar... – diz makoto
Só precisarei delas – diz aion – sabe lutar tomoro?
Um pouco – responde tomoro
Então as proteja aqui dentro – pede aion dando dois tiros em um demônio que tentava entrar – eu vou dar um jeito nessa confusão
Aion sai da tenda e vê o mercenário que o atacou lutando contra um dos demônios, mas sem muito sucesso, pois um segundo apareceu e o derrubou, mas quando ele ia executar o estranho aion acerta um tiro certeiro em cada demônio que caem.
Eu pensei ter lhe dito para não se meter com demônios moleque – diz aion
Eu pensei que estava morto – retruca o mercenário
Proponho um acordo... Deixaremos nossas diferenças e desavenças de lado e vamos acabar com essa prole que invadiu a cidade – diz aion – o que você acha?
Ok não tento lhe matar – responde o mercenário – Slayer... Slayer Himura
Meu nome é Aion... Aion keijiro Yamatasaki – apresenta-se aion jogando uma das armas para seu parceiro de temporário
Aion e slayer começam a limpar a vila ebon e depois de um tempo aion vê um demônio que ele caçava a tempo... Eligos
Quanto tempo fedelho não pensei que samael deixasse você viver – diz o demônio montado em um cavalo negro
Esta pronto? – pergunta aion a slayer
Estou! – responde slayer
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: notificação   Sex Jan 22, 2010 10:38 pm

A fic Devils Never Cry só contem 6 capitulos sendo que o 6º e ultimo capitulo ainda esta inacabado por motivos alheios assim que terminado ierei postar
xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: Capitulo 6 - Fazendo o próprio destino   Seg Fev 01, 2010 8:38 am

Aion e slayer já não sabiam mais o que fazer para tirar eligos de seu caminho. Ataques combinados, ataques diretos e ataques individuais, nenhuma das táticas usadas pelos dois adiantava, o demônio continuava firme e forte em cima de seu pesadelo (pesadelo é o nome de uma besta com a aparência de um cavalo negro).
Não adianta ele não perde essa defesa... – resmunga slayer
Tem que haver algo que não tentamos... – persiste aion
Nos render talvez? ¬¬ – ironiza slayer
Não cheguei tão longe pra me render – retruca aion
Chegou longe, mas não vai avançar mais do que já andou. Garoto – diz eligos – acabou essa guerra não é mais sua...
(enquanto aion e slayer tentam impedir eligos, samael esta lutando contra o tempo para poder tentar ajudar aion e esta de frente para os portões da única salvação dos humanos)
Abra os portões Leviatus... Esta na hora de acabar com essa guerra sem motivos! – grita samael de frente para grandes portões
Entre, mas esteja preparado para voltar a suas origens jovem samael. – uma voz masculina ecoa
Uma fúria invade a mente de samael que arromba os portões
Não venha me dizer para estar pronto a voltar minhas origens, sou o que sou luto pelo que acredito e não é atravessar um misero portão que vou mudar meu ser!!! – grita samael cruzando um corredor que dava para dentro do MT. Everest
Este é solo sagrado não pode pisar aqui demônio imundo! – grita um jovem impedindo a passagem de samael
Olha aqui moleque... Esquece só saia da minha frente esta bem? – pede samael
Confuso por ver um demônio tratando um anjo iniciante com educação o jovem deixa samael passar que consegue chegar numa grande sala onde um homem aparentando ter mais ou menos 40 anos, um leve cabelo grisalho, uma barba rala e ao seu lado armas estranhas presas a parede e uma delas se destacava com o nome Houniuriro.
Da ultima vez que nos vimos foi quando lhe bani deste lugar – diz o homem calmamente – o que pretende desta vez anjo caído samael
Corte as apresentações e formalidades e vamos ao que interessa. – samael não estava nem um pouco calmo
Pois então diga – diz o homem
Vim lhe propor uma aliança contra kael, por um fim nessa briga entre anjos e demônios e não precisar olhar para você novamente – diz samael
Por que isso agora samael? – pergunta o homem
Por que não acho e não vejo motivos para os humanos pagarem por nossos erros passados... – responde samael – e... Mesmo que sejamos odiados por eles não podemos culpá-los por odiarem depois do que houve há 7000 anos...
Um traidor usando palavras tão poderosas... – ironiza o homem – muito bem samael iremos lhe ajudar.
Ótimo. Devolva a Houniuriro para seu verdadeiro dono. – pede samael
Ela já esta com o verdadeiro dono – diz o homem
Você acha mesmo que é o dono dela? Quem lhe disse isso ela ou você? – ironiza samael – o verdadeiro dono dessa espada é o guerreiro que mais se importar com seus princípios, mas que saiba ignorá-los quando for preciso, ela escolhe o dono ao olhar realmente pelo o que ele luta e todos nós sabemos que nem eu e nem você somos dignos de ter-la em mãos. Então deixe que ela escolha seu dono pela ultima vez em sua ultima batalha por esse mundo que lutamos tanto para preservá-lo!
Deixaremos que nosso destino seja feito – diz o homem
Aion e slayer sem forças para continuar lutando finalmente caem por exaustão
Meu corpo não se move mais... Não tenho forças para continuar lutando... Desculpe-me Lana... Desculpe-me pessoal... Desculpe-me samael... – pensa aion fazendo o ultimo gesto desesperado de sua mente para bloquear o punho de eligos
Finalmente a verdadeira batalha começa – diz eligos sorrindo quando seu punho se choca com uma montante de lamina negra – levantem-se não sejam tão fracos a ponto de desistir por uma pequena luta.
Com dificuldades os dois se levantam e vêem os rostos assustados das pessoas da vila, na praça da vila surgira um enorme castelo, semelhante aos da era medieval e a sua volta anjos e demônios todos de mãos dadas murmurando algo inauditivel.
Chegou à hora, samael? – pergunta eligos a samael que surgira ao lado dele
Sim meu irmão – responde samael – chegou a hora de anjos e demônios lutarem pela mesma causa.
Estamos prontos é só dar sua ordem – diz eligos
Este é seu exercito aion lidere-o como quiser! – grita samael
Protejam os humanos aqui fora... Eu irei sozinho! – ordena aion cambaleando para o castelo – não deixem a Lana vir atrás de mim em hipótese alguma...
Não podemos fazer isso aion... – diz samael – os humanos têm o direito de escolher por si próprios não podemos interferir a menos que seja de grande urgência.
Por favor, então só a atraze para que eu termine isso... – pede aion entrando
Aion... Espere... – a voz de Lana ecoa pelos ouvidos de aion
Lana... Tenho que acabar de vez com isso – diz aion ainda de costas
Por favor, me promete que volta? – pede Lana
Aion vira-se e caminha até Lana e para frente a frente com ela.
Lana... Eu não posso prometer que voltarei, pois não sei o que vai me acontecer, mas eu queria lhe dizer algo há muito tempo mais não pude por medo... – diz aion
O que? – pergunta Lana
Lana desde o primeiro dia que eu te conheci que um sentimento estranho nasceu em mim, sempre que estou perto de você minha mente encontra paz, sempre que estou longe só penso em estar com você e sempre que estou preocupado sei que algo esta acontecendo a você... Desde aquele incidente eu sabia que você estava viva em algum lugar e fiz de tudo para lhe encontrar pra poder dizer finalmente... – aion para de falar como se tivesse tomando coragem
Dizer o que? – pergunta Lana inocentemente
Eu te amo sempre te amei e sempre vou te amar não importa o que me aconteça – diz aion
Seu idiota e por isso acha que deve botar sua vida em risco? – pergunta Lana com as lagrimas já escorrendo pelo seu rosto – deve haver outro jeito de...
Lana não pode terminar, pois foi interrompida quando aion a beijou e ali os dois ficaram por algum tempo
Eu não quero me matar, mas também não quero te perder novamente como te perdi anos atrás... – diz aion ao voltar a olhar nos olhos de Lana
Aion murmura alguma coisa nos ouvidos de Lana e corre para dentro do castelo, slayer o segue e samael grita algo para ele que o faz sorrir e seguem pelos corredores antigos do castelo.
Mas como ele conseguiu construir isso tudo em 2 anos? – pergunta slayer correndo e olhando para os lados
Isso é uma ilusão, esse castelo é como uma replica da antiga Avalon – explica aion
Incrível... – impressiona slayer – droga beco sem saída...
Chegamos... – diz aion
Como assim chegamos o que esta na nossa frente é uma parede e não uma porta? ¬¬ - pergunta slayer irritado
Acalme-se que vou achar um jeito de abrir a passagem – diz aion olhando em volta
Posso te fazer uma pergunta? – pergunta slayer
Acabou de fazer, mas diga... – responde aion
Gosta mesmo daquela mulher? – pergunta slayer – digo, no sentido de querer viver com ela depois disso?
Slayer... Achei! – diz aion empurrando uma das pedras da parede a sua esquerda – slayer, a coisas na vida que não da simplesmente para explicar. Eu gosto muito da Lana, amo ela, mas viver com ela é difícil, pois não depende só de minha decisão, depende dela também, você me entende?
Entendo – responde slayer vendo a parede a sua frente abrir – mas o que é isso?!?!
Eles se deparam com uma sala de tortura enorme onde vários demônios, humanos, animais e até alguns anjos estavam presos e outros quase mortos
Samael que diabos esta acontecendo, todos os demônios que exterminei estão aqui presos como animais, até anjos caídos tem aqui, assim como humanos e animais. O que esta havendo? – a voz de aion ecoa na mente de samael que faz sinal para eligos
O que você enfrentou não passava de clones malfeitos pelo kael – responde samael – Os humanos ficaram tão aterrorizados com a idéia de fim de mundo que se aperfeiçoaram na clonagem a partir de células mortas, só que para isso eles também precisavam reanimar a célula a partir do núcleo de uma viva e assim eles tentaram reviver nosso meio irmão cujo aqueles vocês chamavam de Jesus. A partir disso nasceu kael o primeiro humanos com poderes alem da compreensão humana, os humanos queriam tanto que kael fosse sua salvação para o fim do mundo que seguiram a historia do nosso meio irmão e o criaram monitorado por uma família pobre, só que ao descobrir seus poderes “místicos” kael começou a usá-los para seu autobenefício, e daí você sabe no que deu...
Samael e eligos se materializam dentro da sala de tortura.
Quer dizer que vocês sabiam o tempo todo o que estava acontecendo e não fizeram nada? – pergunta aion enfurecendo-se
Já sofri demais lutando, chegou a hora dos humanos começarem a caminhar com as próprias pernas, e alem do mais não sirvo para ser bom samaritano. – responde samael – kael tem DNA humano e assim como tem DNA de algo mais poderoso. A criança de cujo DNA humano foi tirado cresceu e se tornou seu caçador, agora deixem o trabalho conosco e siga em frente. Kael esta logo após esse corredor
Vá logo fedelho você tem uma promessa a cumprir lembra? – diz eligos abrindo as celas
Aion e slayer atravessam o salão de tortura e seguem um corredor estreito até outro salão amplo onde eles viam kael em uma cadeira que parecia ser o trono.
É ele? – pergunta slayer
Sim é ele. – responde aion com um certo tom de ódio e fúria na voz
Diferente de sua aparência anterior kael agora estava mais parecido com aion em seus 19 anos. Olhos âmbar e cabelo negro espetado.
Então finalmente me achou irmão? – debocha kael
Eu não sou seu irmão, não tenho vínculos com você e não estou aqui para brincar com você. Então levante-se dessa cadeira e vamos acabar logo com isso – diz aion caminhando pro centro do salão
Vamos deixar isso mais interessante – diz kael e em um movimento de mãos o castelo começa a desabar
Aion é bom que confie em suas habilidades de luta que pelos estrondos esse castelo não ficara em pé por mais que 1 hora – diz slayer adiantando-se ao lado de aion
Kael levanta-se e ataca aion e slayer como se estivesse brincando, a luta demora pelo menos 30 minutos até que aion e slayer caem exaustos pela sétima vez
Levantem ainda não estão mortos para ficarem deitados – reclama kael
Aion não da mais pra levantar... – diz slayer ofegante
Da sim... não chegamos tão longe para cair agora – diz aion levantando-se e ajudando slayer a levantar
Do lado de fora do castelo samael faz sinal de confirmação com a cabeça para eligos e logo em seguida sua lança desaparece e aparece na frente de slayer.
Slayer empunha a lança que se torna uma lança de lamina dupla.
Então quer dizer que os demônios viraram os bonzinhos? – ironiza kael – que decadência
A batalha continua e o castelo desaba sobre os três, ninguém podia ver nada, a poeira era densa demais e quando se assentou todos viram kael de pé intacto e começou a caminhar na direção de Lana que começou a recuar, Kael pega uma das armas de aion e mira em Lana.
Você... foi a humana responsável pela arruinação de quase todos os meus planos, mas agora não vai me atrapalhar mais – diz kael ainda mirando
Pense bem antes de puxar o gatilho kael... Nossas ordens são de proteger a garota a qualquer custo e somos em maior e mais forte em numero e poder – ameaça samael
Se pudessem fazer algo desde o inicio já teriam feito não blefe desse jeito que você não tem tanto poder assim – diz kael puxando o gatilho – veremos se seu santo é tão poderoso assim para escapar da morte pela segunda vez!!!
A... Aion... – diz Lana olhando para os destroços do castelo antes de tudo se apagar, e quando ela abre os olhos de novo vê o rosto de aion
Eu disse que ia voltar não disse? – diz aion sorrindo
Como pode eu matei os dois lá dentro antes de tudo desabar? – espanta-se kael
Em suas mãos só morre quem quer kael, você não é deus e nem o diabo para decidir o destino de quem vive ou quem morre – diz aion colocando Lana no chão – Cada um é dono do próprio destino e escolher se o mesmo muda é por escolha e não pela vontade alheia, você tentou acabar com tudo que eu tenho de mais precioso pela segunda vez e dessa vez eu não vou deixar você fugir!
Não foi só a sua vida que ele tentou destruir aion ele também matou uma pessoa querida para mim e vai pagar por isso! – diz slayer se levantando dos escombros – esta na horda de acabar com isso
E outra batalha se inicia, a cada golpe uma parte da vida de aion passava diante de seus olhos, desde o pacto até seu reencontro com Lana
A batalha tem como tema a musica: Carry On Wayward Son
Enfim aion desarma kael e slayer finaliza a luta atravessando a lança em seu estomago.
Não pode ser... – diz kael cambaleando para o lado e caindo quando slayer puxou a lança de volta – eu sou...
Um humano, um erro de um experimento errado feito pelas mãos dos humanos que agora pode sumir sem causar mais estragos – diz aion – apesar de seus poderes voe não passa de um ser humano assim como nós.
Eu vou voltar e destruirei todos! – grita kael
Não você não vai voltar jamais... – diz aion – Houniuriro tem varias funções e uma delas é garantir que você jamais volte!
Um forte clarão ocorre e logo depois o corpo de kael não esta mais no local, samael e eligos sorriem e somem logo em seguida assim como os outros anjos e demônios só um demônio ficou e virou-se para aion
De muitas batalhas nasce um guerreiro, de muitas conquistas nasce um povo e só com amor verdadeiro alguns anjos renegados conseguem fazer tamanha façanha de derrotar algo mais poderoso que eu... – diz o demônio – cuide bem dessa garota aion, pois sem ela você não conseguiria nem se levantar de uma queda. A propósito meu nome é tanathos o primeiro demônio!
Tema da cena: gotta be somebody
O demônio some e todos comemoram a liberdade quando as nuvens sobre a lua se dispersam. Aion olha para Lana e a abraça forte, aion procura slayer, mas não encontra então ele deduz que ele seguiu o que samael disse.
Em um lago não muito longe dali slayer caminha até a beira e senta-se afundando os pés na água, minutos depois ele se levanta e escuta alguém o chamar e quando ele vira, ele vê sua esposa elli viva e sorrindo.
De volta a aion e Lana os dois encontram-se sentados a beira de um pequeno monte olhando as estrelas.
Sabe... Sempre que eu olhava para as estrelas eu me lembrava de você... – diz aion deitando-se
Velhas e explodem? – brinca Lana
Hehehe não boba pode estar à escuridão que for que ela brilhara e você a vera. ^^ – diz aion – você podia estar onde estivesse que eu tinha certeza de que eu a acharia.
Olha uma estrela cadente, faz um pedido. ^^ – diz Lana
Eu já fiz e você? – pergunta aion
Também... O que você pediu? – pergunta Lana
Damas primeiro. – diz aion – Só conto se você contar.
Pedi para que o mundo voltasse ao normal. – diz Lana – Agora você ¬¬
Eu não tinha nada para pedir as estrelas e sim a você – diz aion
O que? – pergunta Lana curiosa
Lana... casa comigo? – pergunta aion sem esperar resposta imediata, mas ele se espanta ao ver que Lana o beija – isso quer dizer um sim?
Isso quer dizer vamos com calma primeiro ^^ – diz Lana sorrindo
O futuro ainda é incerto, mas se na vida não houvesse incertezas nada seria de verdade, para tudo tem um começo e um fim não importa o que seja, se começou um dia termina.

By - Aion K. Yamatasaki
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Aion
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 89
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 26
Localização : Rj - baixada fluminense

MensagemAssunto: creditos   Ter Fev 02, 2010 12:16 pm

chega ao fim de Devils Never Cry

a fic originalmente teria 3 finais

no primeiro aion e kael passariam a eternidade se enfrentando no inferno

no segundo no momento em que kael dispara a arma aion coloca-se na frente do tiro e utiliza dos poderes de demonio para destruir kael, o que tambem causa sua miorte por que o tiro acertou seu coração quando aion diz

Aion: you took everything from me. killed my family, took the woman I loved away from me and now I will destroy you!
Kael: you only forgot one thing. I also destroy her life

e o terceiro é esse da fic aion e lana ficam juntos, por quanto tempo é ainda um misterio por que nem o verdadeiro aion conseguiu ficar perto de quem ama ^^

vou deixar o topico em aberto para duvidas sobre a fic e para opnioes se gostaram ou não ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.imortalbr.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Devils Never Cry   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Devils Never Cry
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Coleção Otaku :: Fanfics :: Fics-
Ir para: